3 bilhões de pessoas se juntarão a economia global em 2020


“3 bilhões de pessoas se juntarão a economia global em 2020. Uma nova população de compradores que jamais compraram algo ou dezenas de trilhões de dólares em poder emergente…”
Peter Diamandis

Eu estava escrevendo esse artigo quando meu olho grudou em um livro que eu havia recebido pelo clube do Livro da HSM e ainda não havia lido, parecia coincidência demais para ser verdade, mas o fato era que eu não podia deixar o que estava lendo ali de lado, precisava passar para você urgente, essa era a melhor descrição que eu havia encontrado sobre o futuro… Eu absorvi cada detalhe do prefácio como se fosse uma criança animada ao ter encontrado um doce novo. O título do livro era, Organizações Exponenciais: Por que elas são 10 vezes melhores, mais rápidas e mais baratas que a sua.

A visão do autor (Salim Ismail) da Organização Exponencial é poderosa. Forças muito potentes estão surgindo no mundo (tecnologias exponenciais) o inovador faça você mesmo, crowdfunding, crowdsourcing, e o bilhão emergente que nos dará o poder de resolver muitos dos maiores desafios do mundo e o potencial para atender às necessidades de todos os homens, mulheres e crianças nas próximas décadas. Essa mesmas forças estão capacitando equipes cada vez menores a fazer o que antes era possível somente por meio de governos e grandes corporações.

3 bilhões de pessoas se juntarão a economia global em 2020. Uma nova população de compradores que jamais compraram algo ou dezenas de trilhões de dólares em poder emergente. Se eles não forem seus clientes diretos, provavelmente serão clientes dos seus clientes. Esse novo grupo (o bilhão emergente) é também uma nova classe de profissionais empreendedores com a mais recente geração de tecnologias distribuídas pela internet, desde o Google e a Inteligência artificial, à impressão 3D e a biologia sintética. Desse modo veremos uma explosão no ritmo da inovação, com milhões de novos inventores começando a experimentar e fazer upload dos seus produtos e serviços e empreender com negócios inéditos. Se você acha que o ritmo da inovação foi rápido nos últimos anos, gostaria de ser um dos primeiros a lhe dizer: você ainda não viu nada.

Hoje a única constante é a mudança e o ritmo da mudança está aumentando. A concorrência não é mais a empresa multinacional no exterior, agora é o cara em uma garagem do Vale do Silício ou em Mumbai utilizando as mais recentes ferramentas online para projetar e imprimir a partir da nuvem sua mais recente inovação.

Trinta anos atrás, se você quisesse atingir 1 bilhão de pessoas, você teria de ser a coca-cola ou a GE, com colaboradores em centenas de países. Hoje Você pode ser um garoto em uma garagem que faz o upload de um aplicativo para algumas plataformas principais. Sua capacidade de atingir a humanidade foi democratizada.

Mas a questão ainda é: como você pode aproveitar todo esse poder criativo? Como você pode construir algo que seja tão ágil, hábil e inovador como as pessoas que farão parte disso? Como você vai competir nesse acelerado mundo novo? Como você vai organizar para expandir?

Eu tenho a minha visão e você? Que tal compartilhar o que você acredita comentando esse post?