Fomento à inovação para projetos em parceria de empresas e instituições tecnológicas

O BNDES reabriu o BNDES Fundo Tecnológico que disponibilizará para projetos de inovação realizados por empresas e instituições tecnológicas, em parceria. Os pedidos de apoio podem ser realizado por meio eletrônico até seguintes datas: 29 de abril, 29 de julho e 28 de novembro de 2016.

Acesse o edital completo neste link e abaixo seguem as principais informações:

OBJETIVO
Apoiar projetos de pesquisa aplicada, desenvolvimento tecnológico e inovação executados por Instituição Tecnológica.

 

RECURSOS
Apoio direto na modalidade não reembolsável e limitadas a 90% do valor total dos itens financiáveis do projeto.

 

PÚBLICO
Poderão receber recursos as Instituições Tecnológicas, as Instituições de Apoio e as empresas participantes do projeto.
A empresa participante do projeto, independente do seu porte, deverá figurar como interveniente no contrato de colaboração financeira e deverá contribuir financeiramente com no mínimo 10% do valor total dos itens financiáveis.

 

PROJETOS APOIÁVEIS
1. Veículos automotores de baixo impacto ambiental – Desenvolvimento de tecnologias e sistemas inovadores destinados a veículos automotores de baixo impacto ambiental.
2. Semicondutores – Desenvolvimento de componentes, materiais e processos de semicondutores;
3. Manufatura Avançada e Sistemas Inteligentes – Desenvolvimento de máquinas e equipamentos que incorporem tecnologias de microeletrônica, sensores, novos materiais, internet das coisas, tecnologias de redes de comunicações.
4. Minerais – Minerais Estratégicos “Portadores de Futuro”, restritos aos elementos Cobalto, Grafita, Lítio, Metais do Grupo da Platina (Platina, Paládio, Ródio, Rutênio, Irídio e Ósmio), Molibdênio, Nióbio, Silício (Grau Solar), Tálio, Tântalo, Terras Raras (Série dos lantanídeos, Escândio e Ítrio), Titânio e Vanádio.
5. Medicamentos com Novos Princípios Ativos para Doenças Crônicas – Realização de ensaios pré-clínicos e clínicos de fase I, em ambiente certificado, de medicamentos com novos princípios ativos para Doenças Crônicas (sintéticos, biológicos ou oriundos da biodiversidade) descobertos ou desenvolvidos no país.
6. Tecnologias para setor de Petróleo e Gás.
7. Pré-tratamento de Biomassa – Novos sistemas de recolhimento, preparação e pré-tratamento de biomassa para produção de etanol 2G.
8. Energia Fotovoltaica – Desenvolvimento das seguintes tecnologias aplicadas à energia fotovoltaica.

 

ITENS FINANCIÁVEIS

Despesas relacionadas a projetos de P,D&I, envolvendo: Aquisição de equipamentos novos de pesquisa; investimentos em obras civis; instalações físicas e infraestrutura; aquisição de material de consumo e permanente; despesas com remuneração da equipe, treinamento, capacitação tecnológica e viagens; despesas com contratação de serviços técnicos, especializados e consultoria externa; aquisição, transferência e absorção de tecnologia; despesas, no país e no exterior, relativas à propriedade intelectual; despesas operacionais e administrativas.

 

Fonte: http://bgi.inventta.net/radar-inovacao/noticias/bndes-funtec-lanca-edital-para-recursos-nao-reembolsaveis/