Acelera Startups

Saiba como trabalhar o marketing digital em seu negócio

Acelera Startups

Uma das mudanças mais revolucionárias que o universo do marketing e da publicidade já viu foi a da esfera off-line para a esfera on-line. Graças a isso, cada vez mais o marketing digital se torna imprescindível para qualquer empresa que queira crescer e manter-se.

Naturalmente, o marketing de tipo off-line (TV, rádio, panfletagem, outdoors, etc.) nunca vai acabar, e não é questão de compará-lo com o digital.

Porém, é fato que o de tipo on-line tem algumas vantagens incríveis, que devem ajudar empreendimentos de variados formatos, segmentos e tamanhos possíveis.

De fato, a esfera digital trouxe um aspecto de democratização para a publicidade, permitindo que empresas menores tenham tanta visibilidade quanto algumas grandes corporações.

Antes, tudo se concentrava em mídias caras, tal como algumas das mencionadas acima, que jamais estariam acessíveis à maioria das empresas de pequeno e médio porte.

Hoje, os grandes motores de busca são a maior vitrine do mundo, e estão ao alcance de todos.
Também assim, o marketing de conteúdo pode mudar a realidade de um negócio, e para começar a praticá-lo basta criar um blog e disparar alguns e-mails.

Outro exemplo ilustrativo do poder do marketing digital está nas plataformas de compartilhamento de vídeo, que atualmente concorrem com as grandes emissoras.

Em alguns casos, gerando mais ibope que elas, com vídeos produzidos pelo celular de alguém.
Esses exemplos bastam para vermos como as novas gerações mudaram seus hábitos de consumo e de se relacionar com as marcas/empresas.

Junto às novidades positivas, há também as desafiadoras: graças às mídias sociais, os clientes podem gerar uma crise tremenda em um negócio que não esteja conseguindo satisfazer seus clientes, levando a marca do sucesso à instabilidade em poucas horas.

Portanto, se você deseja ficar por dentro de todas essas novidades, e conhecer como trabalhar o marketing digital no seu empreendimento, lançando mão das vantagens e precavendo-se dos aspectos mais desafiadores, siga conosco na leitura.

 

Como e por que identificar a sua persona

Como vimos acima, o marketing digital e a publicidade on-line mudaram a maneira como as pessoas se relacionam com os produtos e serviços.

Isso também tem a ver com mudanças culturais: as gerações nascidas na década de 1980 migraram rapidamente para as facilidades da internet, ao passo que as nascidas nos anos 2000 já, praticamente, nasceram com o smartphone e o tablet nas mãos.

Hoje, se alguém busca por um serviço residencial básico como raspagem de assoalho, é pouco provável que vá consultar um catálogo ou esperar que alguém entregue um panfleto em sua casa, tal como se fazia décadas atrás.

É quase certo que ela abrirá um motor de busca e lançará essa palavra-chave nele, talvez com algum completo do tipo “quanto custa”, “como contratar”, ou ainda “na minha região”, etc.

Essas gerações mais novas que passam boa parte do dia conectadas são conhecidas, justamente, como “nativos digitais”. 

Essa é a primeira coisa que o dono de um negócio precisa entender para ter sucesso no marketing digital: compreenda o seu público.

Ou, como se diz atualmente, identifique sua persona. Lembrando que, diferentemente da ideia antiga de público-alvo, a persona pode e deve ter vários perfis diferentes.

Se você trabalha com pintura de fachadas, por exemplo, pode ter perfis B2B e perfis B2C (ou seja, de clientes empresariais e de clientes finais/pessoa física).

Dentro dessa divisão, você ainda pode ter pessoas de mais idade e de menos idade. Depois, pessoas com maior ou menor poder aquisitivo, etc.

Aqui duas dicas são fundamentais: primeiro, não crie perfis demais, pois isso gera dispersão e torna impossível impactar algum cliente real.

Segundo, quanto mais aprofundar em cada perfil, melhor, pois isso é o que garantirá que você consiga pensar com a cabeça do seu cliente, o que é fundamental.

 

Ter um website já é o suficiente para mim?

Agora que você já sabe com quem exatamente precisa falar, isto é, quais são os seus clientes potenciais e pessoas que precisam da sua solução, é hora de marcar presença virtual.

Afinal, algumas regras do marketing jamais mudarão, seja no on-line ou no off-line, independentemente da sua persona/perfil. Uma delas é a de que, naturalmente, é preciso estar onde seu público está.

Em alguns casos é evidente se a empresa precisará de um portal digital de pessoa jurídica ou de pessoas física.

Mas nem sempre isso é tão claro, como no caso que vimos acima. Ou ainda, outro exemplo: se a empresa for vender aquecedor de piscina externo, que atende ambos os públicos.

De fato, vários negócios e estabelecimentos não atingem resultados satisfatórios em suas campanhas de marketing digital, porque não levam em conta esse fator. 

Portanto, não adianta conhecer bem sua persona se você não sabe onde encontrá-la ou como mantê-la engajada.

Além disso, hoje em dia, apenas ter um website já não é o suficiente. Ele se tornou algo como um cartão de visitas, e como tal precisa chegar às pessoas para que elas saibam que você existe, bem como quais sãos suas soluções propostas.

Se você trabalha com cortina sob medida, é provável que todas as casas e escritórios da sua região façam parte do seu público, em termos de clientes potenciais. Mas como atingi-los?

Veja que interessante: 82% dos internautas dizem que sempre pesquisam pelo celular antes de entrar em uma loja, e mais de 80% diz que continua pesquisando sobre o produto e até sobre a loja, mesmo depois de entrar e ser atendido por algum vendedor.

 

Por dentro das maiores vitrines do mundo

Como vimos, os grandes motores de busca se tornaram a maior vitrine do mundo. É neles que acontece grande parte da movimentação digital, então muitas das estratégias começam ali.

Sendo assim, a questão não é se todos devem ou não marcar presença nestas plataformas, mas, justamente, de que modo cada um deve fazê-lo.

Quando a empresa dispõe de algum orçamento, ela pode utilizar duas estratégias ao mesmo tempo: a de curto prazo, com publicidade paga; e a de médio e longo prazo, com a otimização de páginas, que não tem custo financeiro direto.

No caso, ao pesquisar por filtro para piscina completo o seu cliente encontrará o topo de uma página de busca, onde costuma haver empresas anunciantes, sob regime de PPC (Pague-por-Clique), e logo abaixo desses links, os de posicionamento orgânico.

Pagar para aparecer no topo não apenas garante que o cliente o encontrará, como garante resultados rápidos, já que seus anúncios começam a aparecer no mesmo dia, horas depois.

As otimizações, por sua vez, lidam com técnicas SEO (Search Engine Optimization), que são modos de cumprir os algoritmos/exigências das plataformas. 

Assim, elas próprias “indicam” sua página, e você aparece logo abaixo dos anunciantes pagos.

Certamente, se a pessoa busca por um serviço mais complexo ou nichado, como remoção de terra e entulho, pesquisará por mais tempo e lerá mais opções. 

Além do mais, quando você se posiciona no campo orgânico, emite uma noção de autoridade e relevância.

 

Marketing de conteúdo: captar e fidelizar clientes

Se ter o website não basta por si mesmo, seria redundante dizer que promovê-lo nos motores de busca é algo que pode mudar, sozinho, a sua situação.

O ponto aqui é: que tipo de conteúdo eu ofereço aos meus visitantes e leitores? Ou seja, quando a pessoa encontra seu site, não basta dispor de informações institucionais.

Aí é que entre o papel do marketing de conteúdo. O melhor caminho para conquistar autoridade no seu segmento é promovendo um blog, e por meio dele gerar conteúdos de qualidade e gratuitos que agreguem valor ao seu cliente.

Ao pesquisar sobre manutenção de fachada predial, o cliente moderno não quer saber apenas preço e prazo. Neste caso, por exemplo, é possível escrever artigos sobre:

  • Os produtos indicados para operar a higienização;
  • A frequência com que a manutenção deve ser feita;
  • Os benefícios que o serviço traz para o contratante;
  • A legislação vigente que fiscaliza esse setor;
  • Entre outros pontos.

Os conteúdos mais bacanas podem se desdobrar em outras estratégias: e-books com foco em captação de leads, e-mail marketing e newsletters com foco em fidelização, e daí por diante.

 

Como marcar presença nas redes sociais?

As redes e mídias sociais dispensam apresentação. Contudo, ao contrário do que alguns empreendedores podem pensar, elas não são “coisa de adolescente”.

Tanto é assim, que existem redes sociais corporativas, com foco na relação entre empresas. Bem como entre essas e profissionais liberais ou colaboradores em busca de oportunidades.

Além disso, as próprias redes tradicionais, focadas na conversação entre pessoa física, são importantes para os negócios. Como vimos: é preciso estar onde seu cliente está.

Portanto, se você trabalha com algo específico, como empresa de reforma comercial, e lida com arquitetura e design de estabelecimentos, não deixe de marcar presença nesses canais.

Tal como nos motores de busca, nas mídias sociais é possível conquistar o cliente por meio de conteúdos de qualidade e crescimento orgânico, ou mediante publicidade paga.

Além disso, também nelas, você aplicará os demais conceitos aprofundados acima.

Sobretudo o de persona: além de responder com agilidade e educação, é preciso falar a língua do seu público, e posicionar-se quase como uma “pessoa de carne e osso” diante dele.

Assim, todos os conceitos e modalidades vistos acima representam o cerne do que o marketing digital é, do que ele se tornou e do modo como pode mudar seu negócio de patamar.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Claudio Brito

Claudio Brito é especializado em Marketing Digital pela Fecap-SP e em Dinâmica de Grupo pela SBDG, tem 19 anos de experiência e participou de treinamentos internacionais com mestres como Alexander Osterwalder, Steve Blank e Eric Ries. Foi selecionado pela Endeavor para o curso “Building a High Growth Business” em Babson, faculdade No. 1 em empreendedorismo nos EUA. No Brasil, participa ativamente do desenvolvimento do mercado inclusive organizando missões empresarias para o Vale do Silício onde apresenta empresas como Google, Apple e Evernotes. É facilitador do Empretec, palestrante e mentor de startups. Como empresário, mantém a Acelera Startups uma comunidade digital que já atingiu 20.000 empreendedores em 47 países.

Acelera Startups

Email Newsletter

Inscreva-se para receber notícias, novidades e ideias no seu email.

Redes Sociais

Acesse nossas Redes Sociais para saber mais novidades da Acelera Startups.

Siga-nos

Não seja tímido para entrar em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.

Negócio de Suce$$o

eBook Negócio de Suce$$o

Tem ideia de um negócio promissor mas não sabe por onde começar? Com esse ebook sua ideia vai decolar!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.