A maior escola online de startups do Brasil

Tag: startup

Profissionais que mandam bem sobre startup

Hoje em dia está super na moda as pessoas abrirem uma startup. Muitos profissionais estão deixando seus empregos em empresas tradicionais trabalhar nessas empresas nascentes e carregadas de inovação. Com um incentivo cada vez maior (seja por parte dos programas e editais governamentais, seja por parte de investidores dispostos a ajudar financeiramente e mentoreando estes novos negócios). E muitos profissionais têm mandado bem a frente desses negócios inovadores.

E nessa “trilha” em busca da inovação constante, além dos empreendedores das startups, as pessoas como um todo são beneficiadas nesse processo, pois tem acesso à produtos e serviços que vem facilitar suas vidas. E a cada dia, mais e mais soluções inovadoras estão sendo criadas.
Somente no Brasil, estima-se que existam mais de 10 empresas com esse perfil. Muitos eventos são realizados com o intuito de reunir empreendedores e demais interessados pelo assunto, favorecendo o networking e as parcerias, fazendo com que mais e mais profissionais se especializem em soluções inovadoras e criem novas startups.

Um case de sucesso no país é a Conta Azul, uma startup brasileira B2B (business to business), uma serviço completo de gestão financeira, permitindo o gerenciamento desde o estoque até os relatórios de faturamento.

Outro exemplo de sucesso na área são as startups que criaram APPs para táxi. Os profissionais por trás desta solução se deram muito bem porque, convenhamos, é difícil encontrar um taxi que lhe atenda na hora exata em que você precisa.

Os profissionais da Startup Easy Táxi pensaram exatamente nisso. E facilitaram a vida dos usuários ao criarem um aplicativo onde você pode chamar um táxi, onde você estiver. O taxista credenciado que estiver mais próximo responderá o seu chamado. É possível ainda acompanhar o taxi em tempo real por um mapa, desde o ponto de partida até a chegada até você.

Realmente, os profissionais de startups estão mandando bem, buscando soluções inovadoras e que facilitem cada vez mais o dia a dia das pessoas em todos os sentidos. Estes profissionais, como em todo negócio, buscam a estabilidade financeira permitindo a sobrevivência da empresa, porém, o lucro não é o objetivo principal, e sim inovar, resolver problemas e facilitar a vida das pessoas.

Startup como criar a sua

Os mais atuais aspirantes a empresários com certeza já ouviram o termo startup em algum momento de sua busca por informações sobre a viabilização de uma empresa. Esse novo método de criação empresarial não tem muitos moldes, muito menos uma receita certa. Pelo contrário, o estilo de empresa que nasce de um movimento de startup preza por novidades em todas as etapas que envolvem uma empresa: desde sua concepção até o momento em que o plano de negócios começa a ser colocado em prática.

Saber como criar uma startup é, na verdade, um tema que será importante a partir do momento em que várias outras questões estiverem resolvidas. Um consultor perguntaria: Qual será o produto ou serviço oferecidos pela empresa; qual será o formato dela; qual será a cultura empresarial dessa nova organização; como funcionará o sistema financeiro; quais serão as responsabilidades dos envolvidos – mas uma Startup pede algo mais ligado a paixão dos empreendedores que irão tocar a ideia, pois para uma ideia decolar e atingir milhões precisa antes do amor dos seus sócios.

Inicialmente, portanto, será preciso fazer uma análise aprofundada para entender sobre os conceitos de startup e perceber se o projeto da futura empresa está dentro das necessidades conceituais que dizem respeito a uma startup. Ao identificar algumas coisas pontuais que podem não ter relação direta com o modelo de startup, será possível fazer várias reformulações e modificações, para que uma empresa inédita possa sair do papel.

Planejar isso tudo geralmente pede por um plano de negócios. No entanto, principalmente quando o assunto é startup, já não se relaciona mais o plano de negócio a páginas e mais páginas de processos engessados. O ideal é encontrar a necessidade real de sua empresa e, se for o caso, o plano de negócios poderá se resumir a somente uma página e ser chamado de modelo de negócios, mas que seja consistente nas informações contidas, assim como nas possibilidades de tornar o negócio viável e possível dali em diante.

Por conta desse processo de planejamento e validação de uma ideia é que metodologias como: Lean Startup, Canvas do Modelo de Negócios, Design Thinking e outras ganharam mercado e são aplicadas no mundo inteiro. O Acelera Startups conecta essas técnicas e as direciona para que empreendedores possam estruturar suas ideias e validá-las no mercado.

Dicionário com os termos mais usados pelas Startups

O que é uma startup? Essa pergunta parece ter chamado a atenção da mídia e do público de uma hora para outra, mas na verdade é algo que vem sendo construído a bastante tempo e a definição mais próxima do que significa deve ser: Um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza.

Este termo traz consigo vários outros que aos poucos vão sendo traduzidos para o português e para quem atua na área é comum ouvir algo como:

Boostrapping
Bootstrap significa criar sua startup usando somente recursos próprios, sem recorrer a investidores externos. Se há alguma entrada de capital, ela vem dos primeiros clientes. Os bootstrappers costumam ser empreendedores com capacidade acima da média e experientes.

Saída
É quando um sócio, investidor ou empreendedor entrega seu percentual da empresa em troca de uma quantia de dinheiro e deixa a sociedade. Essa é a meta de quase todos que colocam dinheiro em negócios em fase inicial.

Lean startup
Lean, que significa enxuto, é um conceito de gestão que prioriza a eliminação de desperdícios. Para as startups, o conceito do americano Eric Ries deve transformar uma metodologia pensada originalmente para empresas de tecnologia em um método aplicável a qualquer empreendimento nascente. Não confunda com “barato”, ou seja, usar o mínimo de capital no projeto da startup.

Pivot
Pivot, ou pivotar em uma tradução livre para o português, significa redirecionar o modelo de negócios da empresa em busca de saídas mais lucrativas, mas mantendo a base para não perder a posição já conquistada.

Meetup
É um encontro informal em que os empreendedores têm a chance de falar sobre a sua ideia. Geralmente, as pessoas conversam de pé, para facilitar a circulação e o networking.

Sócio-capitalista
Diferente do investidor, o sócio-capitalista não gosta de correr riscos altos. Por isso, ele investe em modelos mais tradicionais e se envolve na gestão da empresa.

Aceleradoras
Apesar de semelhante às incubadoras em alguns aspectos, as aceleradoras são focadas em empresas que tenham um enorme potencial de crescimento. Em geral, são lideradas por empreendedores ou investidores experientes, usam capital privado e se baseiam em sessões de mentoring.

Venture capital
É o termo usado para todas as classes de investidores de risco. No Brasil, os fundos de venture capital investem entre R$ 2 milhões e R$ 10 milhões em empresas que já faturam alguns milhões.

Investidor-anjo
São pessoas que procuram empresas bem iniciantes – muitas vezes apenas uma ideia – e investem entre R$ 50 mil até R$ 500 mil em startups de conhecidos para vender sua parte a investidores maiores no futuro.

Pitch
O pitch é uma apresentação sumária de 3 a 5 minutos com objetivo de conquistar o interesse da outra parte (investidor ou cliente) pelo seu negócio. É uma ferramenta essencial para empreendedores conseguirem investimento para seu negócio.

Quer saber mais sobre o mundo das startups?
Criamos uma série, contendo eBook, dicionário, documentário e uma série de entrevistas com personalidades do setor no Brasil e no mundo, de R$ 97,00 por apenas R$ 47 é só clicar aqui e garantir a sua vaga.

Elevator Pitch

O pitch também conhecido como Elevator Pitch ou “Discurso do Elevador”, é uma apresentação de 2 a 3 minutos (como se fosse para apresentar se encontrasse o investidor no elevador e tivesse o tempo de apresentar durante a subida/descida) em que deve “vender” a sua ideia de forma clara e concisa. Apesar de ser uma apresentação curta, pela necessidade de se conseguir conquistar a atenção do investidor, muitas vezes representa um grande desafio, assim, concentre-se no que é essencial ao seu negócio, aquilo que irá chamar a atenção do investidor. Não se preocupe com os detalhes e procure além de praticar “no espelho”, apresentar para parentes e amigos e perguntar o que eles entenderam, pois é muito comum pelo envolvimento do empreendedor, esquecer-se de dar uma informação básica sobre a essência do seu negócio.

O Pitch deve poder ser feito tanto apenas verbalmente, quanto eventualmente suportado por uma apresentação de slides (chamada de Deck), caso o empreendedor tenha oportunidade de apresentar em público, lembrando também que não deverá ter mais de 5 a 6 slides.

Fonte: Endeavor

Um mentor para sua startup

Um verdadeiro mentor nos ajuda a ser uma pessoa melhor e encontrar um sentido, não só nos negócios, mas também na vida.

Antes de mais nada, é importante clarificar exatamente o que é um mentor: é aquele que dá suporte e encorajamento para que a outra pessoa gerencie seu próprio aprendizado, maximize seu potencial, desenvolva seus skills, aprimore sua performance e se torne a melhor pessoa que ela possa vir a ser.

Em outras palavras, um verdadeiro mentor ajuda a pessoa a ser melhor e a encontrar um sentido para a sua vida. São pessoas que, direta ou indiretamente, nos passam visões, sonhos, ideais, princípios, valores, atitudes, conhecimentos e sabedoria.

Mentores são os nossos “gurus”. O termo “Guru” significa “professor” em sânscrito: aquele que dissipa a escuridão.

São os nossos heróis internos. Aqueles nos quais nos espelhamos, que se transformam nos nossos role-models e cujas expectativas (reais ou supostas) tentamos atender ao longo da nossa vida, mesmo que não estejam mais conosco.

Originalmente, o termo mentor veio do grego, e se referia à figura mítica de Mentor, amigo e conselheiro de Telêmaco, que o apoiava enquanto o pai estava ausente na guerra de Tróia. Desde então, mentor passou a ser sinônimo de alguém que compartilha sua sabedoria, experiência e conhecimento com colegas menos experientes.

Um mentor pode ser seu pai, um professor, um chefe, um colega, um avô, um poeta, um filósofo ou até um autor de um livro que inspirou você.

De uma forma ou de outra, todos nós tivemos mentores ao longo de nossa trajetória. Próximos ou distantes, reais ou idealizados, percebidos ou não.

Grandes líderes, em geral, tiveram grandes mentores.

Alguns exemplos: O mentor de Alexandre, o Grande, foi Aristóteles, o de Martin Luther King foi Gandhi, o de Jim Collins foi Peter Drucker, e assim por diante.

Como um mentor pode nos ajudar ainda mais?

Pode ajudá-lo a analisar implicações, consequências ou relações de causa e efeito nas situações mais críticas.

Pode desafiá-lo, enquanto compartilha, dá exemplos, guia, aconselha, dá suporte e auxilia no networking.

Pode identificar e discutir questões éticas.

Pode fazer com que você se sinta especial e que isto impacte positivamente na sua autoestima e na sua autoconfiança.

Pode discutir formas de fazer melhor as coisas certas.

Voltando à questão inicial, por que você deveria escolher um excelente mentor?

Simples… Porque pode mudar o seu destino.

Fonte: Endeavor by Sandra Betti é sócia-diretora da consultoria MBA Empresarial, especialista em Assessment Center, Identificação de Talentos, Desenvolvimento Gerencial e Team Building.

Resumo do Livro: The Entrepreneur’s Guide to Customer Development

Trazemos ao lucrativida.de o resumo do livro: The Entrepreneur’s Guide to Customer Development baseado no aclamado The Four Steps to the Epiphany de Steve Blank um livro extremamente interessante para todos os empreendedores interessados em desenvolver seus clientes com uma metodologia inovadora e mundialmente utilizada. Leia, compartilhe e divida sua opinião conosco.

Palestra: Empreendedorismo no mundo plano

Na quarta-feira dia 21/12 estarei fazendo uma palestra ao vivo via Stoodos a partir das 19:30 (horário de Belém), com o tema: Empreendedorismo no mundo plano, entenda porque a evolução do conhecimento humano se dará de forma exponencial e em que momento isso impactará o mundo no qual você vive, saiba se você está preparado e o que deve fazer para diminuir o impacto dessa evolução na sua vida.

Nessa palestra de 45 minutos você será transportado para um mundo que respira inovação e que está prestes a impactar tudo o que conhecemos como realidade, o conhecimento que possuímos e nossas expectativas para o futuro.

Conheça modelos de negócio inovadores, ideias e startups que estão fazendo uma verdadeira revolução mundial. Participe com a sua opinião e nos ajude a evoluir o conteúdo ministrado.

Serão apenas 50 vagas, e você pode fazer sua inscrição, clicando aqui.

Resumo do livro: Lean Startup

Trazemos ao lucrativida.de um dos livros mais aclamados pelo público empreendedor, Lean Startup, livro no qual Eric Ries define uma startup como uma organização dedicada a criar algo novo em condições extremamente incertas. Aproveite o resumo e compartilhe conosco sua opinião sobre o tema.

Resumo do livro: Entrepreneurial Action

Este é um livro focado na ação empreendedora, que evidencia as principais características do empreendedor e o que deve ser buscado por um empreendedor que está com o seu negócio em estágio inicial. Para saber mais sobre Bob Caspe, o autor desse livro, clique aqui.

Conheça, compartilhe e colabore deixando a sua opinião.

Resumo do livro: Do More Faster

O livro Do More Faster é uma leitura imprescindível para empreendedores, mentores, colaboradores e todos os que gravitam no universo das startups, repleto de dicas e muita informação dadas por empreendedores que foram submetidos a um dos programas de mentoria mais concorridos do mundo (TechStars) este livro traz valiosos ensinamentos de imediata aplicação para startups em diversos estágios de maturidade. Divididos entre os pilares: Ideias e Visão, Pessoas, Execução, Produto, Capital, Estrutura Legal, Trabalho e Vida pessoal. Conheça, compartilhe e colabore deixando a sua opinião.

Page 2 of 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén